Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Banco do Brasil admite estar em negociações com a Cielo

Em nota, banco informou que tem estudado alternativas para o "crescimento dos seus negócios de meios eletrônicos de pagamentos"

Por Da Redação 17 nov 2014, 10h51

O Banco do Brasil enviou nesta segunda-feira um comunicado ao mercado admitindo estar em negociações com a Cielo. Na nota, o vice-presidente de Gestão Financeira e de Relações com Investidores, Ivan de Souza Monteiro, afirma que o banco “tem estudado oportunidades e alternativas para o crescimento dos seus negócios de meios eletrônicos de pagamentos bem como o incremento de sua eficiência, e, nesse sentido, vem negociando com a Cielo.” Entretanto, esclarece que até o momento as negociações não estão concluídas. O mesmo fez a Cielo, também em fato relevante, afirmando que há negociações em curso.

Segundo fontes, porém, a Cielo deve anunciar o negócio com o BB, seu acionista controlador ao lado do Bradesco, para assumir o operacional da área de cartões. A transação seria em torno de 9 bilhões de reais e pode envolver também a parte de serviços.

Leia mais:

Bendine deixa presidência do Banco do Brasil, diz jornal

Banco do Brasil lucra R$ 2,78 bi no 3º trimestre

Moody’s muda perspectiva de bancos brasileiros para o campo negativo

Uma fonte ainda levanta a hipótese de o BB abrir o capital da área de cartões seguindo o mesmo movimento que fez com seguros que resultou na criação da BB Seguridade. Desde que o banco passou a detalhar o segmento em suas demonstrações financeiras, especula-se esta possibilidade. No entanto, o vice-presidente de Gestão Financeira e de Relações com Investidores do BB nega, a cada trimestre, este caminho.

Há dez dias, Monteiro reafirmou que o IPO da área de cartões não estava nos planos do banco. Além disso, o mercado não está favorável para aberturas de capital no Brasil e as empresas que estão na fila seguem à espera de uma boa janela.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade