Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Banco da Inglaterra mantém juros em meio a cenário incerto

Por Da Redação 7 jun 2012, 09h41

LONDRES, 7 Jun (Reuters) – O Banco da Inglaterra (BoE) optou contra injetar mais estímulos para ajudar a economia do país nesta quinta-feira, na medida em em que sinais de resistência mantiveram vivas as esperanças de recuperação, enquanto a zona do euro trabalha em uma correção para a crise da dívida.

A maioria dos economistas esperava que o BoE mantivesse a decisão de maio de não realizar qualquer nova flexibilização quantitativa.

O BoE manteve a taxa de juros inalterada em um recorde de baixa de 0,5 por cento.

Apesar de uma grande queda em abril, a inflação britânica ainda é elevada, em 3 por cento. No mês passado, o BoE disse que levaria nove meses a mais do que se pensava para que o índice retorne à sua meta de 2 por cento.

O futuro da zona euro ainda permanece incerto. A Grécia enfrenta eleições nacionais em 17 de junho, o que poderia trazer para o poder partidos que se opõem a um resgate, enquanto a Espanha vem pedindo assistência para a zona do euro para recapitalizar seus bancos.

(Por David Milliken)

Continua após a publicidade
Publicidade