Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Balanço da Petrobras pode mostrar perdas de R$ 10 bi

Segundo fonte do governo ouvida pelo jornal 'O Globo', valor já inclui prejuízo com construção e reformas de refinarias

Por Da Redação 22 jan 2015, 16h59

A Petrobras deve apresentar perdas contábeis de 10 bilhões de reais em seu balanço financeiro a ser divulgado na próxima terça-feira, reflexo do escândalo de corrupção que atinge a estatal. Segundo reportagem do jornal O Globo, que ouviu fonte do governo, já estariam contabilizadas os prejuízos com a construção das refinarias Abreu e Lima, em Pernambuco, e Comperj, no Rio de Janeiro, além das obras de modernização nas refinarias Repar (Paraná), Replan (Paulínia-SP) e Henrique Lage (São José dos Campos-SP).

Na quarta-feira, a petroleira indicou, em comunicado enviado ao mercado, que os desdobramentos da Operação Lava Jato poderão implicar no “reconhecimento de perdas” em seu balanço do terceiro trimestre.

No documento, a estatal disse que está fazendo análises necessárias para o fechamento e divulgação das demonstrações contábeis, “incluindo a avaliação individual de ativos e projetos cuja constituição se deu por meio de contratos de fornecimento de bens e serviços firmados com empresas citadas na Operação Lava Jato”. Ou seja, a empresa quer descontar do resultado do terceiro trimestre o valor dos contratos que tiveram corrupção.

A previsão inicial para a apresentação dos resultados financeiros era novembro, mas teve que ser adiada duas vezes devido às denúncias de corrupção, que inclui o superfaturamento de contratos e ativos da petroleira. A divulgação do balanço na terça-feira não contará com o aval da auditoria independente PricewaterhouseCoopers (PwC), que se negou a referendar os números antes da conclusão das investigações no âmbito da Operação Lava Jato.

Leia também:

Petrobras indica que pode incluir perdas com corrupção em balanço

Alvo da Lava Jato, OAS pode travar melhorias em Guarulhos

Petrobras culpa Paulo Roberto Costa por alta de custos de refinaria

Investimentos – Ainda segundo o jornal O Globo, a petroleira também deve anunciar corte de 30% em seu plano de investimentos para 2015. A estatal previa investir anualmente, entre 2014 e 2018, 44 bilhões de dólares, com o desafio de viabilizar economicamente o pré-sal.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)