Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

BAE Systems vai cortar quase 3 mil empregos

Por Álvaro Campos

Londres – A gigante do setor de defesa BAE Systems anunciou hoje planos de cortar quase 3 mil empregos no Reino Unido, mais de 7% da sua força de trabalho, em uma tentativa de reduzir custos, devido a uma desaceleração em grandes programas de jatos de combate nos EUA e na Europa.

Maior manufatureira do Reino Unido, a BAE disse que vai demitir 2.942 funcionários para manter sua competitividade, antecipando uma desaceleração na produção dos jatos de combate F-35 e Typhoon. “As propostas anunciadas visam colocar a empresa na configuração adequada para enfrentar os desafios que nós enfrentamos agora e no futuro, e garantir que nós estejamos na melhor posição possível para ganhar novos negócios”, disse o executivo-chefe Ian King, em um comunicado.

A BAE Systems emprega cerca de 100 mil trabalhadores em todo o mundo e fabrica uma série de equipamentos militares, de porta-aviões e submarinos a tanques e aviões de guerra. No Reino Unido, a empresa emprega quase 38 mil pessoas. A companhia disse que, apesar das demissões, não vai fechar nenhuma fábrica e que seu balanço não deve ser afetado pelos gastos com as dispensas. As informações são da Dow Jones.