Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Azul e Trip criarão companhia aérea com 14% do mercado

SÃO PAULO, 28 Mai (Reuters) – Azul e Trip anunciam nesta segunda-feira a fusão das empresas, disse uma fonte a par do assunto, criando uma companhia aérea com cerca de 14 por cento do mercado brasileiro em mais um movimento de consolidação no setor.

A Azul, terceira maior companhia aérea do Brasil, afirmou que somente se pronunciará no evento de imprensa que será realizado nesta tarde em São Paulo. O teor do encontro, porém, não foi informado. Representantes da Trip não comentaram o assunto.

A formação de uma terceira grande empresa aérea no Brasil para ganhar força frente às líderes TAM e Gol é vista com bons olhos por especialistas. Além disso, uma empresa maior tem mais condições de reduzir custos, o que atualmente é o principal entrave para todo o setor.

“Aumentamos o número de grandes ‘players’. Um terceiro seria importante, porque apesar de as empresas já existirem, as participações são muito fracionadas”, afirmou o professor Paulo Resende, especialista em transportes da Fundação Dom Cabral.

“Azul e Trip juntas terão poder de escala, volume e podem trazer uma concorrência interessante em questão de tarifas e malhas aéreas”, acrescentou.

A Azul terminou abril com uma participação de mercado no Brasil de 9,94 por cento, enquanto a Trip registrou fatia de 4,29 por cento, segundo dados divulgados pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) nesta segunda-feira.

Combinadas, as duas empresas ficaram com 14,2 por cento de market share no mês passado. A liderança segue sendo disputada entre TAM e o grupo Gol, que tenta ver aprovada a compra da Webjet. A quarta posição fica com a Avianca, que em abril teve 4,98 por cento do mercado doméstico.

A união de Azul e Trip, ambas com frotas compostas por jatos Embraer e turboélices da ATR, ocorre depois que a TAM assinou em março do ano passado uma carta de intenções para comprar 31 por cento de participação na Trip, acordo que não se concretizou.

A Azul foi criada pelo empresário David Neeleman, fundador da companhia norte-americana JetBlue. De acordo com o site da Azul, cujo principal centro de operações é o aeroporto de Viracopos, no interior de São Paulo, a companhia opera em 42 destinos, com 49 aeronaves e 350 voos diários, segundo dados de 2011. A empresa possui 4,5 mil funcionários.

Já a Trip possui 58 aeronaves e atende a 88 destinos, empregando 3,8 mil colaboradores. Fundada em 1998, a empresa sediada em Campinas (SP) tem entre seus acionistas a companhia aérea norte-americana SkyWest, com 20 por cento da aérea brasileira; e os grupos rodoviários Caprioli e Águia Branca.

A Anac afirmou, por meio de sua assessoria de imprensa, que não chegou à agência nenhum pedido de fusão por parte das suas companhias aéreas.

Segundo jornais, a operação deixará os acionistas da Azul com participação majoritária na nova empresa. O restante ficará com os acionistas da Trip.

(Por Carolina Marcondes)