Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Atualização faz velocidade do iPhone 6 cair quase pela metade

Teste feito por blog de tecnologia sugere que o desempenho do aparelho seja prejudicado em 41%. Novo software é medida de segurança contra hackers

Por Da redação Atualizado em 16 jan 2018, 10h27 - Publicado em 15 jan 2018, 21h14

A atualização da Apple para corrigir falhas que deixariam o sistema vulnerável a ataques pode fazer a velocidade dos aparelhos cair quase pela metade. Um teste conduzido pelo holandês Melvin Mughal, do blog de tecnologia Melv1n, sugere que o desempenho do iPhone 6 seria prejudicado em 41%.

As mudanças no sistema foram anunciadas pela Apple como uma resposta à descoberta de dois ataques que poderiam afetar dispositivos da marca, assim como todos os que utilizam microprocessadores Intel, AMD e ARM. Batizados de Meltdown e Spectre, os ataques exploram falhas nos chips para atuar sobre a interação entre os processadores e o sistema operacional e conseguir acesso a informações confidenciais dos usuários. Nenhum caso desse tipo de invasão foi relatado até o momento, mas a Apple anunciou que disponibilizaria uma atualização com as falhas corrigidas como prevenção.

De acordo com Mughal, uma queda no desempenho do iPhone após a atualização do sistema já era esperada – e deve acontecer em dispositivos de outras marcas também. Ele utilizou o aplicativo de medição de desempenho Geekbench para registrar a velocidade de um iPhone 6 antes da atualização, como iOS 11.1.2, e depois, com o iOS 11.2.2. Segundo os resultados, foi registrada queda de 41% nas tarefas realizadas com um único núcleo de processamento e de 39% nas que usam mais de um.

Porém, como reconhece Mughal, é difícil atribuir essa queda no desempenho apenas à atualização do software. É possível, também, que a piora da velocidade seja uma das consequências da limitação da performance da bateria que a Apple admitiu, no início do mês, praticar propositalmente em modelos mais antigos de seus produtos. “Essa é um argumento tecnicamente correto, mas que não foi comprovado pelos números de referência do fornecedor correlacionados com a correção das falhas [para evitar] o Spectre”, escreve Mughal.

“Embora essas não sejam as melhores notícias do mundo, a atualização de segurança é um ‘mal necessário’. Qualquer queda de performance que seus dispositivos possam experimentar não valerá a o risco de ser hackeado por causa da vulnerabilidade ao Spectre e a outras coisas ruins que podem acontecer como consequência. Sua segurança deve sempre vir primeiro”, conclui o dono do blog.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês