Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

ATUALIZA 1-Opep vê risco de queda na demanda por crise europeia

(Texto atualizado com mais informações)

LONDRES, 16 Jan (Reuters) – A piora da crise da dívida da zona do euro pode reduzir ainda mais a demanda por petróleo da região e pode impactar o consumo em economias emergentes que estão conduzindo o aumento do uso global do combustível, disse a Opep nesta segunda-feira.

Em seu relatório mensal, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) rebaixou sua previsão do crescimento da demanda global por petróleo em 2012 em 10 mil barris por dia (bpd), para 1,06 milhão de barris.

A Opep disse que a demanda por petróleo dos membros europeus da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) deve cair 160 mil bpd em 2012, e há um risco de que a economia da zona do euro possa se contrair este ano.

“Se a situação se agravar, o efeito sobre o mercado do petróleo poderá ser visto não só através de uma nova queda na demanda por petróleo na Europa, mas também com efeitos sobre a demanda de economia emergentes, em meio a um mercado suficientemente abastecido”, disse a Opep.

A Opep, que abastece mais de um terço do petróleo mundial, acompanhou a Administração de Informação de Energia (AIE) ao rebaixar sua perspectiva da demanda para 2012. A AIE reduziu na semana passada sua previsão para o crescimento global de 2012, em 120 mil bpd.

O relatório também deu sinais de que o grupo está produzindo mais do que a meta de 30 milhões de barris diários, adotada em reunião no dia 14 de dezembro, já que os preços do petróleo acima de 100 dólares o barril dão poucos incentivos para cortes de produção.

O relatório informou ainda que, de acordo com fontes secundárias, a produção de petróleo da Opep subiu em dezembro para 30,82 milhões de barris por dia, o maior valor desde outubro de 2008, em conformidade com uma pesquisa divulgada pela Reuters em 4 de janeiro.

(Reportagem de Alex Lawler)

REUTERS PM FG