Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ataque na Colômbia coloca em risco meta de produção de carvão

Por Luis Jaime Acosta

BOGOTÁ (Reuters) – Uma explosão que descarrilou um trem e danificou uma ramificação da linha férrea da principal empresa de mineração de carvão da Colômbia, a Cerrejon, pode colocar em risco a sua meta de produção para este ano, disse a empresa à Reuters no domingo.

O incidente, que aconteceu na manhã de domingo, não causou nenhuma interrupção na produção da mina, no norte de La Guajira, mas o estrago no trem, em conjunto com as fortes chuvas dos últimos meses, pode fazer com que seja mais difícil para a empresa, alcançar a sua meta de produção de 32 milhões de toneladas em 2011, disse o porta-voz da Cerrejon, Julian Gonzalez.

“Devido às chuvas, que têm sido incrivelmente fortes, a produção e o transporte do carvão até o porto foram limitadas,” disse Gonzalez. “Estamos perto do limite de cumprimento da meta.”

Cerrejon é propriedade conjunta da BHP Billiton, Anglo American e Xstrata.

A polícia e fontes militares culparam as FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) pelo ataque, que ocorreu a cerca de 15 km da mina.

A explosão, que não resultou em mortos ou feridos, destruiu vagões e a estrada de ferro.

A linha férrea já foi atacada mais de 15 vezes desde que a Cerrejon começou suas operações, e isso mostra como as empresas de energia e mineração continuam vulneráveis aos ataques de vários grupos insurgentes.

Uma ofensiva do governo, contra as FARC, durante a última década melhorou a estabilidade e ajudou a atrair milhões de dólares de investimentos estrangeiros diretos, principalmente nos setores do petróleo e mineração, para incrementar o crescimento econômico.

“Mesmo com o ataque, creio que atingiremos a nossa meta de exportação de 32 milhões de toneladas,” disse Gonzalez, acrescentando: “Estamos em perigo”.

A Colômbia é a quarta maior exportadora de carvão do mundo, ficando atrás apenas da Indonésia, Austrália e Rússia.

Chuvas excepcionalmente fortes, provocadas pelo fenômeno climático La Niña, já causaram prejuízos neste ano e em 2010.

A Cerrejon exportou 31,5 milhões de toneladas de carvão em 2010, mas produziu 33.3 milhões de toneladas, disse a empresa em junho.

A indústria de carvão da Colômbia é dominada por grandes produtores, como a Cerrejon, Glencore e a mineradora americana Drummond, que possuem portos e instalações ferroviárias próprias.

(Tradução Redação São Paulo 55 11 56447751 REUTERS RS)