Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Ásia receberá 1a carga de petróleo da Líbia no novo governo

Por Da Redação - 6 out 2011, 12h46

Por Florence Tan e Luke Pachymuthu

CINGAPURA, 6 de outubro (Reuters) – A Líbia está exportando seu primeiro carregamento de petróleo para a Ásia sob o novo governo, à medida que o país do Norte da África volta à normalidade após meses de guerra civil.

O carregamento, o terceiro a ser embarcado do país desde que o conflito acabou no mês passado, será um alívio aos refinadores da Ásia, que têm pago altos prêmios para o petróleo de qualidade semelhante ao que a Líbia.

A companhia de trading europeia Gunvor contratou o navio-tanque de petróleo Wilmina para carregar 950 mil barris de petróleo da Líbia em 7 de outubro, de acordo com a programação dos navios.

Publicidade

O destino foi dado como sendo leste de Suez, o que, segundo traders, significa que estava a caminho da China, que comprou quase 10 por cento da produção de petróleo da Líbia em 2010.

A Gunvor não quis fazer comentários.

“Para os chineses é bom no sentido de que não vão ter que pagar altos prêmios pelo petróleo”, disse o analista Zhang Liutong, da FACTS Energy.

Os preços do petróleo tipo Brent ficaram acima de 100 dólares o barril na maior parte do ano, e registraram um prêmio recorde sobre o petróleo cotado nos Estados Unidos , em parte pelo corte da oferta líbia, em meio à alta da demanda por nações emergentes, como China e Índia.

Publicidade