Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Argentina perde quase US$ 1 bi em investimento do Brasil

Aportes no país vizinho caíram de US$ 1,31 bilhões em 2006 para US$ 446 milhões em 2013, pressionados por barreiras comerciais

Investimentos brasileiros na Argentina apresentam uma forte queda nos últimos anos. Enquanto em 2006 os investimentos do país no território argentino foram de 1,31 bilhão de dólares, em 2013 o volume caiu para 446 milhões de dólares. Segundo dados da consultoria Abeceb, no primeiro semestre deste ano empresas brasileiras investiram apenas 64 milhões de dólares no país.

Analistas em Buenos Aires indicam que, por trás da redução dos investimentos brasileiros, estão as barreiras do governo da presidente Cristina Kirchner à importação de insumos para a fabricação de produtos no país. O cenário foi agravado por conflitos gerados por governos provinciais (e pela própria Casa Rosada) com empresas brasileiras. A escalada inflacionária nos últimos anos também não ajudou, ao reduzir a competitividade das empresas instaladas na Argentina.

Segundo a Abeceb, a queda dos investimentos é um dos vários sinais negativos na relação entre Brasil e Argentina. O comércio dentro do Mercosul, cuja reunião semestral começou domingo na cidade argentina de Paraná, província de Entre Ríos, perdeu incidência nas exportações totais do bloco. Enquanto no ano 2010 as exportações dos países sócios representavam 16% do total das vendas externas do Mercosul, em 2014 a proporção cairá para 13%.

Leia também:

Enfraquecimento da indústria agrava recessão na Argentina

Empresa de Cristina Kirchner é multada em 900 reais

Crise argentina reduz produção de carros no Brasil

A Abeceb também indicou a perda de relevância da Argentina na América Latina. Segundo a consultoria, enquanto em 1991 a economia argentina representava 15% do PIB latino-americano, em 2013 equivalia a somente 7,6%.

(Com Estadão Conteúdo)