Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Argentina impõe restrições para compra de mercadorias estrangeiras pela internet

Com a medida, consumidor que gastar acima de US$ 25 por ano deverá pagar imposto de 50% sobre o valor de cada produto adquirido

Por Da Redação
22 jan 2014, 18h19

A Argentina ampliou as restrições para a compra de mercadorias estrangeiras pela internet, em mais uma tentativa do governo Cristina Kirchner conter a queda das reservas internacionais do país. De acordo com a resolução, publicada na quarta-feira no Diário Oficial argentino e divulgada pelo jornal local Clarín, cada indivíduo poderá gastar até 25 dólares por ano em suas compras online, sem que precise pagar impostos. Ao ultrapassar o limite, no entanto, os consumidores terão de pagar uma taxa de 50% sobre o valor de cada produto adquirido.

A medida também determina que as mercadorias compradas em sites internacionais sejam retiradas na alfândega, com o objetivo de facilitar a fiscalização dos itens que entram no país. Segundo a resolução, os consumidores argentinos deverão preencher um formulário no site do Ministério da Fazenda com os detalhes da operação e apresentá-lo às autoridades alfandegárias antes da retirada do produto.

Leia mais:

Inflação oficial da Argentina fecha 2013 em 10,9%

Continua após a publicidade

Argentina teme cortes de energia e onda de saques no Natal

Na Argentina, ‘cão de guarda’ do protecionismo pede demissão

Crise – Para tentar reverter a escassez de moeda estrangeira no mercado, no ano passado, o governo argentino decidiu elevar de 20% para 35% o imposto sobre as compras feitas com cartão de crédito fora do país e sobre as compras de pacotes turísticos e passagens de avião. Em 2013, as reservas internacionais da Argentina despencaram 30% e atualmente somam 30 bilhões de dólares, patamar mais baixo desde 2006.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.