Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Areva pede suspensão de ações antes de reunião

Por Clarissa Mangueira

Paris – A negociação das ações na companhia de engenharia nuclear controlada pelo governo francês Areva foi suspensa nesta segunda-feira a pedido do grupo, após relatos da imprensa e comunicados públicos antes de uma reunião do conselho de fiscalização, durante a qual um plano estratégico – incluindo os potenciais cortes de emprego – deverá ser anunciado.

“Após rumores da imprensa no domingo, 11 de dezembro, e segunda, 12 de dezembro, e comunicados públicos datados ontem, relacionados ao grupo Areva e à luz da reunião do conselho de fiscalização, que será realizada hoje, o grupo pediu para a Euronext Paris (bolsa francesa) suspender a listagem de nossas ações”, disse a empresa em breve comunicado, segundo o Wall Street Journal.

A administração da Areva deverá apresentar ao conselho sua avaliação das consequências para a companhia dos prospectos financeiros após a catástrofe nuclear na usina de Fukushima, no Japão, em março, e os planos resultantes para abandonar os negócios de energia nuclear em vários países, incluindo a Alemanha, onde a Areva emprega cerca de 5,7 mil pessoas, com 5 mil delas nesse setor.

A Areva é controlada majoritariamente pelo governo francês, diretamente e indiretamente, com menos de 4% detidos publicamente. Os papéis da companhia declinaram 43% desde o desastre nuclear no Japão. As informações são da Dow Jones.