Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

ArcelorMittal desliga alto-forno em planta de Tubarão

Por Sabrina Lorenzi

RIO DE JANEIRO, 19 Abr (Reuters) – O grupo siderúrgico ArcelorMittal desligou um dos seus três alto-fornos na unidade de Tubarão (ES), para reforma que demandará 230 milhões de dólares em investimentos, informou a empresa nesta quinta-feira.

A planta, líder mundial na fabricação de semi-acabados de aço (placas e bobinas a quente), localizada no município de Serra (ES), desligou na quarta-feira o Alto-Forno 1, depois de quase 28 anos e meio de atividades, disse a companhia por meio de uma nota.

Segundo a empresa, os 10.367 dias ininterruptos de funcionamento representam um recorde na produção mundial de aço.

A reforma, que já era planejada pelo grupo, deve ter duração prevista de aproximadamente cem dias.

“O Alto-Forno 1, desde o start up, ocorrido em 30 de novembro de 1983, registrou produção acumulada de 93,91 milhões de toneladas”, acrescenta a ArcelorMittal.

As obras envolvem a geração de até 4 mil vagas de emprego durante o período da reforma. Em março, a empresa retomou as operações do Alto-Forno 2, que havia sido desligado.

A usina de Tubarão produz cerca de 7,5 milhões de toneladas de aço por ano.