Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Arábia Saudita abrirá aviação a empresas internacionais

Por Da Redação 25 dez 2011, 18h03

Por Filipe Domingues

Abu Dabi – A Autoridade Geral de Aviação Civil da Arábia Saudita (Gaca) informou neste domingo que vai permitir que investidores estrangeiros e locais operem voos domésticos e internacionais no reino, para atender à crescente demanda. Atualmente, a Gaca trabalha junto a consultores com o objetivo de realizar os procedimentos técnicos de uma oferta pública, que deve ser anunciada no fim de janeiro, conforme anunciou em comunicado.

No início deste ano, a autoridade afirmou que estava avaliando um plano para abrir o mercado de aviação a transportadoras do Golfo, mas não especificou quando chegaria a uma decisão. Em abril, o Conselho Dhura, um grupo de consultoria nomeado pelo rei, disse que está buscando uma proposta para conceder a transportadoras do Golfo licenças para operar voos domésticos.

A maior economia do mundo árabe atualmente possui duas companhias aéreas funcionando – a estatal Saudi Arabian Airlines e a transportadora de baixo custo National Air Services. Sua terceira transportadora, Sama Airlines, interrompeu as operações no ano passado, depois que fracassaram discussões sobre um eventual apoio do governo à companhia.

“De modo geral, esta é uma boa ideia e, trazendo transportadores estrangeiros que têm outras fontes de receita, provavelmente será possível ter mais sucesso do que com algumas transportadores de dentro do reino”, disse Jarmo Kotilaine, economista-chefe do National Commercial Bank. “O movimento também vai bem com a ideia de reestruturação saudita.”

Em novembro, o rei Abdullah ordenou a separação do setor de aviação civil do país do Ministério da Defesa e nomeou o príncipe Fahd bin Abdullah bin Mohammed al-Saud como chefe da Gaca. As informações são da Dow Jones.

Continua após a publicidade
Publicidade