Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Apreensão de mercadoria, droga e cigarro bate recorde em 2017

Receita Federal interceptou R$ 2,3 bilhões em produtos contrabandeados no último ano, alta de 9,46% em relação a 2016

A Receita Federal apreendeu 2,3 bilhões de reais em mercadorias ilegais no país em 2017. Foi a maior quantidade já registrada, e o número representa um aumento de 9,46% em relação ao realizado no ano anterior. O cálculo leva em conta tanto fiscalizações em regiões de fronteira como as feitas no interior do país.

Em setembro, a Receita Federal participou de uma operação contra o contrabando no Shopping 25 de Março, centro comercial popular localizado em São Paulo. Na ocasião, foram apreendidas 880 toneladas de mercadorias, com valor estimado de 300 milhões de reais. O estabelecimento chegou a ser fechado durante algumas semanas, e  reabriu em novembro após a assinatura de um termo de ajuste de conduta (TAC) com a prefeitura.

As apreensões de drogas e cigarros também aumentaram em 2017,  atingindo níveis históricos. A quantidade de cigarros ilegais cresceu 11,16%, para 221,9 milhões de maços.

As interceptações de drogas ilícitas mais que dobraram, com alta de 122,4%, a 45,7 toneladas. Desse total, a maior parte foi de maconha (28 toneladas), seguida de cocaína (17 toneladas), crack (466 quilos) e drogas sintéticas (114 quilos), segundo números preliminares da Receita.