Clique e assine a partir de 9,90/mês

Apple vai liberar sistema de pagamento por iPhone no Brasil

O Apple Pay dispensa o cartão de crédito ou débito na hora de concluir transações - o sistema permite o pagamento ao aproximar o celular da maquininha

Por Da redação - 2 fev 2018, 10h11

O presidente-executivo da Apple, Tim Cook, confirmou na noite desta quinta-feira que o sistema de pagamento da Apple estará disponível no Brasil em breve. O anúncio foi feito durante teleconferência de resultados da empresa.

O Apple Pay dispensa o cartão de crédito ou débito na hora de concluir transações – o sistema permite o pagamento ao aproximar o celular da máquina de cartões. O recurso da Apple também libera o pagamento por impressão digital ou identificação facial em outros aparelhos da empresa, como o MacBook Pro.

O Brasil será o primeiro mercado da América Latina a receber o sistema. O Apple Pay já está disponível em 20 países.

“O serviço global de compras, Apple Pay, mais do que triplicou no comparativo ano-a-ano. E estamos muito entusiasmados em anunciar que estamos expandindo para o Brasil nos próximos meses”, afirmou Cook.

A tecnologia utilizada no Apple Pay promete ser uma forma de pagamento mais segura, evitando roubo de informações. Segundo a Apple, o sistema cria um número específico para o aparelho e um código de transação único. Dessa maneira, os dados do cartão não são armazenados no dispositivo ou nos servidores da Apple, nem são compartilhados com as lojas.

Por enquanto, os consumidores só podem cadastrar na plataforma cartões das bandeiras Mastercard e Visa.

Em novembro, o Google lançou no Brasil recurso similar, o Android Pay. O sistema também permite o pagamento de compras por aproximação do celular na máquina de cartões – assim como o Samsung Pay.

Continua após a publicidade
Publicidade