Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Apple é marca mais valiosa do mundo pelo 3º ano consecutivo

Segundo a revista Forbes, o valor da marca da empresa de tecnologia aumentou 20% em um ano. Segundo e terceiro lugares ficaram com Microsoft e Coca-Cola

Por Da Redação 6 nov 2013, 19h53

A Apple continua sendo, pelo terceiro ano consecutivo, a marca mais valiosa do mundo, segundo uma lista publicada nesta quarta-feira pela revista Forbes. Microsoft e Coca-Cola ficaram em segundo e terceiro lugares. O gigante de tecnologia lidera o ranking com um valor estimado de 104,3 bilhões de dólares, aumento de 20% em relação ao ano passado e quase duas vezes mais que qualquer outra marca do mundo, detalhou a publicação em seu site.

Os responsáveis pela pesquisa destacam que a marca continua sendo a mais valiosa apesar de, desde 2010, estar se concentrando em melhorar os produtos existentes em vez de lançar novos. Com isso, viu seu valor em bolsa de valores cair 45% nos últimos 12 meses. Mesmo assim, a Apple vendeu, no último trimestre, 33,8 milhões de iPhones, outros 14,1 milhões de iPads, 4,6 milhões de Macs (computadores portáteis), e 3,5 milhões de iPods. Também foram comercializadas 30 bilhões de músicas no iTunes desde seu lançamento em 2003.

No segundo lugar deste ano está outro gigante tecnológico, a Microsoft. Mas, perto da Apple ela fica pequena: o valor de sua marca é de 56,7 bilhões de dólares, praticamente o mesmo do ano passado. A Microsoft teve margens operacionais de 34% em seu último ano fiscal e conta com um dos orçamentos para publicidade mais altos entre as empresas tecnológicas (2,6 bilhões de dólares).

A medalha de bronze ficou com a Coca-Cola, a única empresa não tecnológica entre as cinco mais valiosas do mundo, com um valor estimado pela Forbes de 54,9 bilhões de dólares. Graças a seu crescimento nos Estados Unidos, a fabricante de refrigerantes vendeu um total de 13,5 bilhões de caixas do produto e aumentou suas vendas em 3% em relação ao ano anterior, o que representa metade das receitas da empresa. A publicação ressaltou ainda que a marca é a única que conseguiu registrar a o patamar de 50 milhões de ‘curtidas’ no Facebook. Agora ela conta com 75 milhões de ‘amigos’.

Leia mais:

Putin supera Obama no ranking de poderosos da ‘Forbes’

Forbes, enfim, tira Eike Batista de sua lista de bilionários

Continua após a publicidade

​Federer é o tenista mais bem pago do mundo, segundo ‘Forbes’

O grupo IBM aparece no quarto lugar, com um valor de 50,7 bilhões de dólares, seguido por Google (47,3 bilhões de dólares), McDonald’s (39,4 bilhões de dólares), General Electric (34,2 bilhões de dólares) e Intel (30,9 bilhões de dólares).

Em nono lugar se situa uma das principais rivais da Apple, a sul-coreana Samsung, a empresa que mais cresceu no último ano. Seu valor é de 29,5 bilhões de dólares, aumento de 136% nos últimos três anos.

A Forbes levou em conta mais de 200 marcas globais, mas que tivessem presença nos EUA, o que deixou fora colossos como o multinacional das telecomunicações Vodafone e a China Mobile, o maior operador de telefonia celular no mundo.

A lista inclui marcas associadas ao luxo como Louis Vuitton (10º), BMW (11º) e Mercedes-Benz (16º), a japonesa Toyota (14º), a gigante Disney (17º), a cervejaria Budweiser (19º), a Gillete (23º) e a Pepsi (25º).

As 100 marcas mais valiosas do mundo estão distribuídas entre 15 países e em 20 categorias de indústrias, das quais a metade são dos EUA, na frente da Alemanha, com nove, França, com oito e Japão, com sete.

(com agência EFE)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)