Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Após rombo, Panamericano lucra R$ 76,1 milhões no 1º trimestre

Faturamento atingiu 1,147 bilhão de reais no período

Por Da Redação 16 Maio 2011, 13h04

O banco Panamericano divulgou na manhã desta segunda-feira seu balanço referente ao período entre janeiro e março de 2011 – também o primeiro trimestre sob gestão do BTG Pactual – que revelou um lucro líquido de 76,1 milhões de reais. No 4º trimestre do ano passado, ainda sob a administração do Grupo Sílvio Santos, o banco havia divulgado prejuízo trimestral de 133,6 milhões de reais.

Os diretores da instituição financeira não quiseram realizar comparações com os dados relativos a 2010 sob a alegação que balanços anteriores a dezembro estão comprometidos e inviabilizam qualquer análise. Com um rombo de 4,3 bilhões de reais, o Panamericano foi impedido de decretar falência graças a uma operação de salvamento, realizada no início deste ano, que envolveu o Fundo Garantidor de Crédito (FGC), o BTG Pactual e a Caixa Econômica Federal (CEF).

Faturamento – Nos primeiros três meses do ano, o Panamericano apurou um faturamento de 1,147 bilhão de reais. Segundo a nova diretoria do banco, o principal fator a impulsionar o resultado foi o financiamento de veículos, com a concessão de 985,9 milhões de reais em novos empréstimos no trimestre.

Apesar dos números favoráveis, a carteira de crédito do banco fechou o primeiro trimestre em 10,2 bilhões de reais, contra os 13,3 bilhões de reais do último trimestre de 2010 e 10,5 bilhões de reais verificados no primeiro trimestre de 2010. De acordo com as informações contidas no balanço, a redução da carteira no trimestre foi devida à cessão de direitos creditórios no valor de aproximadamente 3,5 bilhões de reais para o Fundo Garantidor de Créditos (FGC).

Continua após a publicidade

Publicidade