Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Após Obama criticar, Hillary Clinton encoraja Europa a realizar reformas

Por Da Redação 28 set 2011, 01h19

A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, disse nesta terça-feira aos líderes europeus que não há atalhos para combater a crise da dívida, problema que exige decisões difíceis. “Encorajamos os países a continuar realizando as reformas necessárias para fomentar o crescimento e melhorar a competitividade”, afirmou Hillary após encontro com o ministro de Exteriores português, Paulo Portas.

As declarações da secretária, que não costuma se pronunciar sobre assuntos econômicos, foi feita depois de o presidente Barack Obama ter dito que as medidas tomadas pelos governantes europeus não foram realizadas tão rapidamente quanto deveriam. O parlamento europeu recebeu com frieza os comentários de Obama. Integrantes do grupo falaram que não aceitariam lições dadas pelos americanos. Hillary, por sua vez, disse que os EUA estão enfrentando muitos dos mesmos problemas que os países europeus.

“Alguns líderes perguntaram o que estamos fazendo para voltar a crescer. É necessário apoiar os esforços que estão sendo feitos tanto por Obama quanto pelos governantes europeus”, declarou a secretária. Após o encontro com Paulo Portas, Hillary Clinton elogiou os esforços de Portugal para se recuperar da crise, como demonstrado pelo relatório sobre o país feito pela Comissão Europeia, o Banco Central Europeu e o Fundo Monetário Internacional (FMI).

(Com EFE)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)