Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após denunciar estupro, escritora faz campanha por respeito

Clara Averbuck, que foi violentada durante uma corrida no aplicativo, aceita convite da empresa para integrar debate sobre assédio no Carnaval

A escritora Clara Averbuck, que relatou ter sido estuprada por um motorista da Uber em agosto de 2017, aceitou um convite do aplicativo para fazer parte de uma campanha contra assédio no Carnaval. Um vídeo com a participação da escritora faz parte da campanha online da empresa, que busca conscientizar os foliões sobre assuntos relacionados à violência contra a mulher, álcool e direção, homo e transfobia e racismo.

“[A violência contra a mulher] está em todos os âmbitos da sociedade. É uma discussão muito maior do que ir atrás de um homem que fez isso”, afirma Clara, no primeiro episódio da série online. Na época em que a escritora foi violentada, a Uber informou que baniu o motorista.

Clara, no entanto, disse que não sabia se levaria o caso à polícia, pois não queria se “submeter à violência de Estado”. “Justamente por ter levado tantas mulheres na delegacia é que eu sei o que me espera”, escreveu em uma postagem no Facebook.

Além dela, foram convidados para participar dos vídeos a modelo Paola Antonini, que perdeu a perna em um acidente envolvendo álcool e direção, o motorista transgênero Roberto Bete e o jornalista negro Abel Neto. A série de vídeos está sendo publicada aos poucos no canal da Uber no Youtube.

A empresa também diz que firmou parcerias com outras companhias para espalhar mensagens de respeito nas principais capitais brasileiras por meio de folhetos, molduras para fotografias, leques de papel, cartões de correio elegante e tatuagens temporárias.

Descontos

O app de transportes 99, concorrente da Uber, também anunciou campanhas para os cinco dias de folia. A empresa de mobilidade é uma das patrocinadoras do Carnaval de rua em São Paulo e oferece um “guia de blocos” que fornece desconto aos usuários.

De acordo com a empresa, o usuário deve responder a um quizz indicando sua música preferida, horário desejado e preferência por sossego a agito. Assim, o aplicativo sugere o bloco de rua que mais combina com estilo do folião e oferece um desconto para pedir um 99Pop – carona compartilhada com outros usuários.