Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Após cinco dias de alta, dólar cai e fecha a R$ 1,657

Por Da Redação 8 set 2011, 17h13

Por Alessandra Taraborelli

São Paulo – Após cinco dias seguidos de alta, o dólar comercial inverteu a direção hoje e fechou em baixa de 0,36% a R$ 1,657 no mercado interbancário de câmbio. A queda foi atribuída, em parte, a uma realização de lucros, já que após cinco altas seguidas a moeda norte-americana acumulou valorização de 4,72%. Além disso, o mercado atribuiu o recuo das cotações à melhora da Bovespa nesta quinta-feira e a um ajuste técnico, uma vez que ontem os mercados por aqui estavam fechados em razão do feriado da Independência, enquanto no exterior operaram normalmente.

Na BM&F, o dólar à vista fechou em baixa de 0,25% hoje a R$ 1,6568. O euro comercial recuou 1,03% a R$ 2,301. O Banco Central fez um leilão de compra de dólar à tarde, e fixou a taxa de corte das propostas em R$ 1,6573.

No mercado internacional, por volta das 17 horas, o euro caía a US$ 1,388, ante US$ 1,409 no fim da tarde de ontem em Nova York, reagindo às notícias preocupantes da zona do euro. O Banco Central Europeu (BCE) manteve o juro básico na zona do euro em 1,5% ao ano, reduziu sua previsão de crescimento da região este ano e em 2012 e sinalizou o fim da trajetória de elevação de juros. O presidente da instituição, Jean-Claude Trichet, afirmou que o nível de incerteza é enorme e que, se há risco na Europa, ele é de que a baixa da atividade seja ainda mais intensa. Além disso, Trichet cobrou que os governos têm de implementar todas as medidas de austeridade prometidas e devem estar prontos a adotar mais, se necessário. No Reino Unido, o banco central também manteve a taxa de referência da economia em 0,5% ao ano e informou que não vai alterar seu programa de compra de bônus, chamado de quantitativo, de cerca de 200 bilhões de libras esterlinas.

Câmbio turismo

Nas operações de câmbio turismo, o dólar ficou estável hoje a R$ 1,747 na venda e a R$ 1,613 na compra. O euro turismo caiu 0,29% a R$ 2,433 na venda e a R$ 2,287 na compra.

Continua após a publicidade
Publicidade