Clique e assine a partir de 9,90/mês

Após BB, Caixa anuncia que reduzirá tarifas

Vice-presidente de Finanças do CEF, Márcio Percival, nega pressão do governo e diz que redução é uma questão de estratégia e concorrência

Por Da Redação - 8 out 2012, 17h43

A Caixa Econômica Federal (CEF) vai anunciar ainda nesta semana a redução de algumas tarifas bancárias para pessoas físicas, segundo informou o vice-presidente de Finanças do banco, Márcio Percival. De acordo com ele, no caso da Caixa, a redução é uma questão de estratégia e concorrência e não há pressão do governo para isso. Nesta segunda-feira, o Banco do Brasil cortou suas tarifas em até 34%.

“Nesse cenário de concorrência, a Caixa está sempre buscando as menores taxas de juros e de serviços do mercado. Vamos fazer isso de forma responsável, avaliando a estrutura de custos do banco”, afirmou.

De acordo com o executivo, a magnitude dos cortes ainda está em estudo. Já está definido, no entanto, que haverá redução na cesta padrão de serviços, que hoje custa dez reais. No BB, essa cesta teve seu preço reduzido de 13,50 reais para 9,90 reais. A Caixa também vai cortar tarifas isoladas, como as de DOC/TED, saques, ordem de pagamento e 2ª via de cartões.

O BB anunciou a redução de 24 tarifas classificadas pelo Banco Central como prioritárias a partir da próxima semana. Delas, 22 ficaram mais baratas que na Caixa – a maioria com diferença entre cinco e trinta centavos no valor. Outras duas, com o mesmo preço, na comparação entre os novos valores divulgados pelo BB e os números da Caixa que constam da pesquisa feita pelo BC.

Leia mais:

Caixa reduz em até 60% taxas de administração de fundos

Mesmo com juro menor, bancos recuperarão rentabilidade

(Com Agência Estado)

Continua após a publicidade
Publicidade