Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Apartamento de um quarto está à venda por R$ 19 milhões em Londres; confira fotos

Imóvel pertencia ao empresário Ray Grehan, que tem de vendê-lo para saldar dívidas

Por Da Redação 11 set 2013, 20h48

Um acordo judicial entre o incorporador de imóveis Ray Grehan e a Agência Nacional de Gestão de Ativos da Irlanda (Nama, na sigla em inglês) fez com que um apartamento do megaempreendimento One Hyde Park voltasse ao mercado por 5,25 milhões de libras esterlinas (cerca de 19 milhões de reais). É a primeira vez, desde o lançamento do condomínio, em 2007, que um de seus apartamentos é colocado à venda.

O empreendimento onde o imóvel está localizado é o mais caro da capital britânica. Fica no bairro de Knightsbridge, próximo ao famoso parque que dá nome ao condomínio, o Hyde Park, além do Palácio de Buckingham e da loja de departamentos Harrods. O apartamento de um dormitório, situado no quarto andar, é considerado um dos mais ‘baratos’ do local. Os preços para as coberturas chegavam a 140 milhões de libras, no lançamento. Entre os donos de imóveis no One Hyde Park estão a cantora Kylie Minogue e o ex-primeiro-ministro do Catar, Hamad bin Jassim bin Jaber bin Muhammad Al Thani. O fundo soberano do Catar é, inclusive, um dos financiadores do empreendimento.

Leia também:

Endividada, Neiman Marcus é vendida por US$ 6 bilhões

China pode implementar imposto sobre bens de luxo

O imóvel à venda tem 91,78 metros quadrados e conta com uma suíte, uma sala de estar de cinco por três metros e uma pequena cozinha. Para tentar chamar a atenção dos possíveis compradores, a imobiliária Strutt & Parker, responsável pela venda, usa uma brochura brilhante para descrever as “incomparáveis” instalações do empreendimento, que incluem piscina, academia, quadra de squash, spa, quarto do pânico, cinema e simulador virtual de golfe.

Justiça – O apartamento pertencia a Ray Grehan, que pagou 3,7 milhões de libras esterlinas pela propriedade, em 2007. Para tentar se livrar de dívidas que ultrapassam 300 milhões de euros, o empresário vendeu o imóvel logo em seguida, por 3,6 milhões de libras esterlinas para a offshore PostLake, da qual Grehan e seus familiares são beneficiários. A Nama acusa o empresário de ter vendido o apartamento por valor abaixo do mercado, prejudicando seus credores.

A venda da propriedade por mais de 5 milhões de libras vai garantir à agência irlandesa o recebimento de 85% do valor líquido, depois do pagamento das dívidas hipotecárias com o banco Barclays. O novo dono do apartamento deverá desembolsar anualmente 16.000 libras esterlinas em impostos. O problema é que, até 2011, apenas nove dos 62 apartamentos do One Hyde Park recolhiam impostos em Londres. A maior parte dos donos está registrada em paraísos fiscais, sobretudo as Ilhas Virgens.

Continua após a publicidade

Publicidade