Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Aneel propõe reajuste de 15,15% nas tarifas da CPFL Paulista

Se a proposta for aprovada, as novas tarifas valem a partir de 8 de abril

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) propôs um reajuste médio de 15,15% nas tarifas da CPFL Paulista. Para consumidores conectados em alta tensão, o aumento seria de 14 06%, e para a baixa tensão, 15,77%.

A proposta de reajuste diz respeito ao quarto ciclo de revisão tarifária da companhia, processo que é feito de quatro em quatro anos com o objetivo de manter o equilíbrio econômico-financeiro da concessão.

O processo ficará aberto em audiência pública entre os dias 24 de janeiro e 5 de março, com sessão presencial em 28 de fevereiro, em Campinas. Se aprovadas, as novas tarifas valem a partir de 8 de abril.

A distribuidora atende a cerca de 4,2 milhões de unidades consumidoras em 234 municípios no interior de São Paulo.

Outras regiões

Para a RGE Sul, a Aneel propôs um reajuste médio de 25,34% nas tarifas – 28 25% para alta tensão e 23,73% para baixa tensão. A empresa atende a 1,3 milhão de unidades consumidoras em 118 municípios do Rio Grande do Sul. A RGE pertence ao grupo CPFL.

A Aneel propôs um aumento médio de 9,34% nas tarifas da Energisa Mato Grosso do Sul. Para consumidores conectados em alta tensão, o aumento seria de 11,82%, e para a baixa tensão, de 8,35%. A distribuidora atende a 993 mil unidades consumidoras em 73 municípios de Mato Grosso do Sul.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Tenório de Vasconcelos

    Conforme disse o jornalista Claudio Humberto pra todo o Brasil que “não entende como a policia federal ja não foi prender esse antro de bandidos da Aneel e empresas de energia”, tb penso que ja passou da hora de uma lava jato nessas quadrilhas.

    Curtir