Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Aneel: projetos de eficiência economizam 2 mi MWh/ano

Por Da Redação - 3 jan 2012, 12h42

Por AE

São Paulo – De março de 2008 a dezembro de 2011, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) contabilizou 914 projetos de eficiência energética apresentados pelas concessionárias, com investimentos da ordem de R$ 2,4 bilhões. Esses projetos envolvem iniciativas relacionadas ao aquecimento solar, à gestão energética municipal, à cogeração, entre outros. Ao todo, houve uma economia de energia da ordem de 2,06 milhões de megawatt-hora no ano (MWh/ano).

Considerando o consumo médio de 150 kWh/mês por unidade consumidora, a economia obtida com os projetos equivale ao consumo de 1 milhão de unidades consumidoras por ano, aponta a agência reguladora. Além disso, a execução dos projetos possibilitou a redução da demanda no horário de ponta (entre 18h e 21h) da ordem de 705,8 mil quilowatts (kW), aponta a Aneel, destacando que essa diminuição contribui para reduzir a necessidade de investimentos na expansão da oferta.

No mesmo período, também foram realizadas substituições ou implantação de equipamentos para combater o desperdício de energia, com a troca de mais de 600 mil geladeiras, e a distribuição de aproximadamente 16 milhões de lâmpadas fluorescentes compactas.

Publicidade

As distribuidoras de energia elétrica devem aplicar anualmente no mínimo 0,5% de sua receita operacional líquida em ações que tenham por objetivo combater o desperdício. A obrigação está prevista nos contratos de concessão e permissão assinados pelas distribuidoras e na lei número 9.991, de 2000, consistindo no Programa de Eficiência Energética das Empresas de Distribuição (PEE).

Publicidade