Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Anatel publica regras para evitar interferências entre 4G e TV digital

Documento, que pode beneficiar o setor antes do leilão da faixa de frequência de 700 MHz, inclui aplicação de filtros e alteração de potências de transmissão

Por Da Redação - 14 jul 2014, 16h25

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou regulamento para que os serviços de televisão digital e de telefonia celular de quarta geração (4G) não gerem interferências entre si, em uma preparação para o leilão da faixa de frequência de 700 MHz para 4G, que deve ocorrer em agosto. Segundo resolução publicada nesta segunda-feira no Diário Oficial da União, o objetivo do regulamento é reduzir as “eventuais interferências prejudiciais entre os serviços”.

Leia também:

Anatel aprova norma que poderá reduzir preços da telefonia

3G equivale a um terço das reclamações contra as operadoras de celular

Publicidade

Brasil só terá cobertura total de 3G em 2019, reconhece ministro

Entre as medidas para a redução das interferências, o documento inclui aplicação de filtros e alteração de potências de transmissão. Entretanto, se os problemas permanecerem, a Anatel afirma que “por iniciativa própria ou solicitação dos envolvidos, atuará no sentido de possibilitar a exploração dos serviços”. A agência não dá mais detalhes sobre o assunto.

O setor de radiodifusão está preocupado com a possibilidade de interferência do 4G na recepção da TV digital em casa. Cada serviço trafega em uma faixa da frequência: a que vai ser leiloada para o 4G é próxima da usada pela TV digital, o que provoca interferências – um serviço invade a faixa do outro.

(com agência Reuters)

Publicidade