Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Analistas começam a avaliar ações da Apple sem Jobs

Por Da Redação - 6 out 2011, 15h35

Por AE

Nova York – O legado de Steve Jobs vai muito além de seu impacto sobre o mercado acionário. Mas, para os investidores ao redor do mundo, a morte do visionário da Apple é também uma notícia de grande impacto para as bolsas. Veja o que alguns analistas estão afirmando esta manhã:

Brian White, da corretora Ticonderoga Securities: O fato de Steve Jobs não aceitar senão o trabalho de mais alta qualidade foi enraizado na cultura da Apple durante sua gestão, criando uma equipe que vai continuar prosperando. Claramente, não há ninguém como Steve Jobs no mundo da tecnologia e a Apple nunca terá outro Steve Jobs no comando. No entanto, acreditamos que ele criou uma equipe incrivelmente talentosa com Tim Cook como CEO, que pode liderar a Apple ao sucesso contínuo por muitos anos. Como Steve Jobs escreveu em sua carta de renúncia em 24 de agosto: “Acredito que os dias mais brilhantes e inovadores da Apple estão à frente.” Concordamos.

Shaw Wu, do Sterne Agee: Somos compradores da potencial fraqueza das ações da Apple, uma vez que acreditamos que a companhia se transformou em uma das plataformas-chave do futuro com iCloud e App Store, devendo se beneficiar na próxima década de uma companhia que fabrica produtos quentes. No curto prazo, a ação pode continuar volátil, enquanto Tim Cook ganha confiança dos investidores.

Publicidade

Scott Sutherland, do Wedbush Morgan: Esperamos que os fundamentos fortes levem as ações da Apple bem para cima ao longo do tempo. Embora possa haver alguma reação negativa à notícia triste, acreditamos que as peças estejam no lugar para a Apple superar grandemente as expectativas nos próximos dois anos, ou mais. Nós, portanto, acreditamos que os investidores devem aproveitar qualquer fraqueza (para comprar). Destacaríamos o declínio intraday quando Jobs renunciou como CEO, apenas para ver as ações da Apple terminarem em leve alta no dia. Similarmente, embora triste, acreditamos que o fato fosse amplamente esperado e tira uma incerteza da ação. As informações são da Dow Jones.

Publicidade