Clique e assine a partir de 9,90/mês

Anac reajusta tarifas de embarque em aeroportos

Aumento dos valores para aeroportos administrados pela Infraero leva em conta a variação da inflação e passam a valer dentro de 30 dias

Por Da redação - Atualizado em 18 Jan 2017, 15h00 - Publicado em 18 Jan 2017, 14h58

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) anunciou nesta quarta-feira reajuste do teto das tarifas de aeroporto públicos administrados pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

Foram reajustados os tetos das tarifas de embarque e conexão de passageiros e de pouso e permanência de aeronaves (7,97%) e da armazenagem e movimentação de cargas e mercadorias (6,28%), segundo informações da autarquia. Assim, a tarifa máxima de embarque doméstico vai de 27,69 a 29,90 reais e a de embarque internacional, de 109,13 para 113,04 reais.

A mudança entra em vigor em 30 dias. Os reajustes levaram em conta a variação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acumulado entre dezembro de 2015 e dezembro de 2016.

A tarifa de embarquee é a única paga pelo passageiro e é destinadade remunerar a prestação dos serviços, instalações e comodidades disponibilizadas aos passageiro. Dentre os aeroportos administrados pela inciativa privada, o de Guarulhos é o tem a maior tarifa, de 28,63 reais para embarque doméstico e de 110,77 para embarque internacional.

Continua após a publicidade

 

Tarifas de embarque (em R$)

Aeroporto (cidade) Vôo nacional Vôo internacional
Administrados pela Infraero 29,90 113,04
Cumbica (Guarulhos – SP) 28,63 110,77
Viracopos (Campinas – SP) 27,67 109,06
Juscelino Kubitschek (Brasília – DF) 27,79 109,28
Galeão (Rio de Janeiro – RJ) 27,82 109,36
Tancredo Neves (Belo Horizonte – MG) 27,82 109,36
Governador Aluizio Alves (São Gonçalo do Amarante – RN) 21,99 99,02

Fonte: Infraero

(Com Reuters)

Publicidade