Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Anac aumenta fiscalização à Air France

Uma série de transtornos levou a agência reguladora a intensificar as inspeções nas aeronaves da companhia

Até esta segunda-feira, a Anac constatou o cumprimento de todas as regras de segurança

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) está intensificando a fiscalização à companhia Air France depois que três voos causaram transtornos aos passageiros neste mês. Desde a semana passada, a Anac está realizando inspeções nas aeronaves da companhia. Até esta segunda-feira, a agência verificou o cumprimento de todas as regras de segurança.

Na quinta-feira da semana passada, a empresa cancelou um voo que partiria de São Paulo para Paris, devido a uma avaria na fuselagem da aeronave. Dois dias antes, outro avião, que voava do Rio a Paris, teve de retornar à capital fluminense devido a problemas técnicos nos banheiros. Em 10 de julho, uma falsa ameaça de bomba fez com que um avião que saiu do Rio para a capital francesa tivesse de pousar em Recife.

A companhia respondeu ao ofício enviado pela Anac na semana passada e confirmou o problema nos banheiros, bem como sua solução. A empresa declarou que cumpriu toda a assistência aos passageiros prevista na Resolução número 141. Informou ainda que técnicos vieram de Paris para acompanhar a manutenção e trazer peças de reposição.

A Air France e suas aeronaves são certificadas pelo órgão regulador francês. Tanto o certificado da empresa aérea quanto o certificado de aeronavegabilidade da aeronave são aceitos no Brasil e atestam que uma aeronave da empresa tem condições técnicas para realizar voos, assim como a certificação brasileira é aceita em outros países.

A Air France opera no Brasil seguindo as normas previstas no Regulamento Brasileiro de Homologação Aeronáutica número 129 (RBHA 129). Entre outros requisitos, o regulamento determina que as empresas descrevam a organização das estruturas de apoio de manutenção e de despacho operacional de voo propostas para as operações a serem conduzidas no Brasil. A Anac também realiza inspeções nas aeronaves de companhias estrangeiras que operam voos no Brasil, que podem ser programadas ou de surpresa.

(com Agência Estado)