Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Amazon tem escritório vasculhado por suspeita de prática desleal

Subsidiária da empresa americana em Tóquio foi alvo de operação de órgão regulador japonês por por suspeitas de violar lei antitruste

O órgão responsável por boas práticas de comércio no Japão vasculhou os escritórios da Amazon em Tóquio, por suspeitar que a empresa americana tenha violado leis antitruste com o objetivo de favorecer suas operações online. A informação foi dada nesta segunda-feira pelo porta-voz do órgão regulador, o Japan Fair Trade Commission (comissão de comércio justo do Japão, em tradução livre).

Segundo o jornal financeiro Nikkei, a subsidiária japonesa da Amazon teria forçado varejistas que atuam em seu site a estabelecer preços mais baixos para seus produtos que os da concorrência.

O porta-voz não especificou quando ocorreu a busca nas instalações da Amazon na capital japonesa. Já a Amazon Japan se recusou a comentar o assunto.

Leia também:
Airbus é investigada por corrupção no Reino Unido
Walmart compra varejista online Jet.com para brigar com a Amazon

No Japão, a Amazon compete com a Rakuten, líder no mercado local, e com a Yahoo Japan, um portal que abrange uma série de empresas, incluindo as de compras online. A subsidiária japonesa da Amazon foi responsável por 8,3 bilhões de dólares em vendas no ano passado, 7,7% do total global da companhia.

(Com Reuters)