Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Além de McDonald’s, carne estragada também foi usada por Starbucks e Burger King da China

Órgão regulador de alimentos do país disse que seus escritórios regionais inspecionarão empresas que compraram produtos da Shanghai Husi

Por Da Redação 22 jul 2014, 11h22

Depois de McDonald’s, Taco Bell e Pizza Hut, o mais recente escândalo com alimentos na China envolveu também a rede de cafeterias norte-americana Starbucks e a lanchonete Burger King. A Starbucks informou nesta terça-feira que algumas de suas cafeterias chegaram a vender produtos com carne de frango fornecida pela Shanghai Husi, empresa que foi fechada no domingo, após uma reportagem mostrar funcionários recolhendo pedaços de alimento do chão para misturá-los com carne fresca.

O órgão regulador de alimentos da China disse que seus escritórios regionais inspecionarão empresas que compraram produtos da Shanghai Husi. As instalações da OSI Group, controladora da Shanghai Husi, também serão inspecionadas. Segundo o órgão, o caso pode ser encaminhado à polícia.

Leia também:

McDonald’s e Carrefour pedem desculpas na China

Adulteração do leite é comum e está espalhada pelo Brasil

Continua após a publicidade

Leite com formol, soda cáustica e água oxigenada foi vendido em SP

Cenário – O McDonald’s e a Yum Brands, proprietária do KFC, Taco Bell e Pizza Hut, pediram desculpas aos consumidores chineses na segunda-feira, após a divulgação da notícia de que a Shanghai Husi teria fornecido carne estragada às duas redes de restaurantes.

O escândalo incluiu até produtos do McDonalds’s no Japão.

Casos envolvendo indústrias de carnes e laticínios nos últimos anos fizeram com que muitos consumidores chineses preferissem marcas estrangeiras em busca de melhores padrões de segurança. Em 2008, por exemplo, a adição do produto químico industrial melamina em laticínios levou à morte de seis crianças e deixou milhares de pessoas doentes no país.

(Com agência Reuters)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês