Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Air France pode cortar mais 5.000 empregos

Companhia já havia anunciado plano que prevê o corte de 2.900 vagas de trabalho; Promotoria abriu investigação para identificar quem agrediu dirigentes da companhia

A companhia Air France pode cortar mais 5.000 vagas de trabalho em uma eventual segunda fase de reestruturação da empresa, afirmam fontes sindicais familiarizadas com o assunto. A primeira parte do plano prevê eliminar 2.900 empregos. Esse anúncio revoltou um grupo de funcionários na última segunda-feira, que chegou a atacar dirigentes da empresa durante a reunião de apresentação do plano de redução de custos.

“Se formos para a segunda fase desse plano, haverá cortes de 5 mil empregos”, afirmou um representante sindical à agência Reuters.

Na segunda-feira, a Air France informou que vai reduzir sua frota em quatorze aviões num momento em que a empresa enfrenta forte concorrência no setor.

Nesta terça-feira, a promotoria de Bobigny, cidade nos arredores de Paris, abriu uma investigação para apurar as circunstâncias em que se deram as agressões sofridas pelos executivos da Air France. Em imagens gravadas, os dirigentes aparecem saindo do prédio escoltado por seguranças e com as camisas rasgadas.

A investigação é resultado da denúncia apresentada pela companhia por “degradações”, “impedimentos ao desenvolvimento do comitê de empresa” e “violência agravada”. Cinco diretores da empresa também fizeram queixas separadas à promotoria.

Leia também:

Premiê francês pede “punição severa” por agressões na Air France

Executivo da Air France sai de reunião sobre demissões com a camisa rasgada

Greve provoca cancelamento de voos da Air France

(Com agências)