Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Agências de rating confirmam nota máxima do Fundo Europeu de Estabilidade Financeira

Rating de curto prazo do FEEF também foi fixado no nível mais alto

As três principais agências de avaliação de risco – Standard & Poor’s, Moody’s Investors Service e a Fitch – confirmaram os ratings AAA do Fundo Europeu de Estabilidade Financeira (FEEF), o fundo de resgate europeu. O nível mais elevado dos ratings foi reiterado com base nas emendas decididas em julho e que entraram em vigor no dia 18 de outubro, elevando a capacidade de empréstimos do fundo para 440 bilhões de euros (622 bilhões de dólares), com um comprometimento garantido de 780 bilhões de euros. Há dois dias, os líderes da União Europeia anunciaram, após uma maratona de negociações, um plano complexo para controlar a crise do endividamento grego e fortalecer os bancos, em que concordaram em elevar o FEEF para 1 trilhão de euros.

As três agências reiteraram o melhor rating possível, o que significa AAA na escala da S&P e Fitch e Aaa da Moody’s.

O rating de curto prazo do FEEF também foi fixado no nível mais alto das respectivas escalas das agências – A-1+ na S&P, (P)P-1 na Moody’s e F1+ na Fitch, observa o comunicado. “A confirmação dos rating de crédito no grau mais alto possível mostra a confiança na estratégiada zona do euro em restaurar a estabilidade financeira”, disse, o executivo-chefe do fundo, Klaus Regling.

A S&P, ao reiterar o rating AAA na sexta-feira, informou que a fixação de uma perspectiva estável reflete a probabilidade “quase certa” de que os governos da UE vão respaldar o FEEF no caso de um evento de tensão financeira.

(Com Agência Estado)