Clique e assine com até 92% de desconto

Aeroviários entram em greve em Congonhas

Por Da Redação 22 dez 2011, 08h19

SÃO PAULO (Reuters) – Aeroviários que operam no aeroporto de Congonhas (SP), o mais movimentado do Brasil, entraram em greve na manhã desta quinta-feira, exigindo maior aumento salarial. A paralisação parcial afetava principalmente operações em solo.

Segundo o diretor do Sindicato dos Aeroviários do Estado de São Paulo, Francisco Alves da Silva, a categoria cobra reajuste do piso salarial em 15 por cento e de 10 por cento para as outras faixas de rendimento. Enquanto isso, as empresas oferecem a reposição de inflação, num índice de cerca de 6,2 por cento.

A Infraero, estatal que administra os aeroportos do país, registrava atrasos em 16 de 50 voos previstos em Congonhas, num índice de 32 por cento até as 9h desta quinta-feira.

A categoria deve se reunir à tarde no Tribunal Regional do Trabalho para discutir o reajuste com as empresas, disse Silva, que informou ainda que trabalhadores do aeroporto internacional de Guarulhos também tem intenção de aderir à paralisação.

(Por Alberto Alerigi Jr.; Edição de Vivian Pereira)

Continua após a publicidade
Publicidade