Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Aeroportos da Infraero terão novas regras comerciais

Entre outras mudanças, portaria vai obrigar empresa a aumentar serviços de alimentação nos aeroportos para reduzir os preços

Por Da Redação 27 nov 2013, 09h53

A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) deverá seguir novas regras comerciais nos 63 aeroportos que administra – entre eles os terminais de Galeão, no Rio de Janeiro, e Confins, em Minas Gerais, que foram licitados na última semana – para torná-los mais eficientes. Segundo a Agência Brasil, a portaria que estabelece as normas será assinada nesta quarta-feira pelo ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil (SAC), Moreira Franco.

As novas regras incluem o aumento da oferta de serviços comerciais no espaço entre a realização de check-in e a passagem pelo raio-X. O objetivo da mudança é incentivar a concorrência e baixar os preços dos serviços, especialmente nas lojas de alimentação.

Outra mudança será feita nos estacionamentos – a portaria vai estabelecer que os preços sejam diferentes de acordo com a proximidade das vagas do aeroporto. Além disso, a Infraero será obrigada a disponibilizar internet sem fio gratuitamente e também pontos de energia em quantidades suficientes. Essa será a primeira vez em que a empresa será obrigada a seguir normas da SAC – a secretaria foi criada em 2011.

Leia também:

Infraero corta gastos de manutenção em aeroportos

Aeroporto da Olimpíada de 2016 é uma prova de resistência para os passageiros

Após arrematar Confins, CCR quer mais aeroportos

Mapa das privatizações de rodovias, portos e aeroportos em 2013

Continua após a publicidade
Publicidade