Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Aeronautas aceitam proposta e cancelam greve

Sindicato afirma que aceitou reajuste de 5,6% por interferência do governo e para que a classe não saia como 'culpada' por um possível caos aéreo

Por Da Redação 19 dez 2013, 19h07

O Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA) confirmou na tarde desta quinta-feira que cancelou a greve nos aeroportos do país, marcada para sexta. O presidente do sindicato, Marcelo Ceriotti, afirmou que todas as assembleias realizadas em cinco terminais aceitaram a proposta oferecida pelas empresas, de reajuste salarial de 5,6%.

Leia também:

Aeronautas votam proposta de greve nesta quinta-feira

Dilma aprova a construção do Nasp – o 3º aeroporto de SP

BNDES aprova empréstimos de R$ 4,2 bi para aeroportos

“Foi uma decisão importante e tensa. Nesta época do ano, com grande fluxo de passageiros, não queríamos atrapalhar o fim do ano do usuário. Chegamos a um acordo para cancelar a greve com o compromisso de que, em 2014, discutiremos as questões latentes para construir um sistema de aviação menos fragilizado”, afirmou Ceriotti.

Ele informou ainda que o governo interferiu na negociação, temendo a ocorrência de um caos aéreo nos principais terminais. A estimativa é de 360 mil passageiros somente nesta sexta-feira. “O governo interveio nos orientando sobre o caos que se formaria nos aeroportos. Aceitamos uma proposta aquém do que esperávamos para não sair como culpados desses problemas, quando somos as maiores vítimas de um sistema de navegação falho”, disse o sindicalista.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade