Clique e assine com 88% de desconto

Adiado início da produção de Angra 3, diz Eletronuclear

Por Da Redação - 17 jul 2012, 16h16

Por Ricardo Gozzi

São Paulo – A energia produzida pela usina nuclear Angra 3 entrará na rede elétrica brasileira somente em 2016 por causa de atrasos que resultaram no adiamento do início de sua operação, informa a Eletronuclear, subsidiária da Eletrobras dedicada à produção de energia atômica.

Originalmente, o reator nuclear de 1.405 megawatts deveria começar a produzir no fim de 2015, mas agora a data provável para o começo das operações é julho de 2016, segundo a assessoria de imprensa da Eletronuclear.

De acordo com a empresa, uma série de “pequenos atrasos” obrigou-a a adiar por alguns meses a data do início das operações de Angra 3, que começou a ser construída pela Centrais Elétricas Brasileiras em 2010 a um custo estimado de R$ 10 bilhões.

Publicidade

Atualmente, Angra 1 e 2 têm capacidade para produzir cerca de 1.990 megawatts. As usinas atendem cerca de 3% da demanda energética anual brasileira. As informações são da Dow Jones.

Publicidade