Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

ACSP: vendas a prazo sobem 3,7% na 1ª quinzena

Por AE

São Paulo – As vendas a prazo na cidade de São Paulo subiram 3,7% na primeira quinzena de setembro deste ano na comparação com igual período de 2010, que teve o mesmo número de dias úteis. O crescimento foi menor, de 1,4%, na comparação com a primeira quinzena de agosto, que teve um dia útil a menos. O dado foi divulgado hoje pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP), com base nas consultas ao Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC), que mede as vendas a prazo.

De acordo com a ACSP, o aumento em setembro mostra uma recuperação das vendas a prazo por causa de promoções e de um “efeito psicológico” da redução de 0,5 ponto porcentual na taxa básica de juros da economia, a Selic. As vendas à vista tiveram aumento de 5% em setembro ante o mesmo período de 2010. Já na comparação com a primeira quinzena de agosto último a ACSP registrou uma queda de 18,8%.

A baixa, segundo a ACSP, foi provocada pelo dia útil a menos em setembro, a alta base de comparação anterior (Dia dos Pais) e o clima frio para a época, que não estimulou a venda de roupas da coleção primavera-verão. “Considerando a nova sinalização de queda da taxa Selic, a expectativa é de que as vendas no varejo possam apresentar alguma aceleração nos próximos meses”, disse o presidente da ACSP, Rogério Amato, em nota divulgada à imprensa.

A inadimplência segue em patamar alto em setembro. Os registros de devedores recebidos subiram 13,8% ante a primeira quinzena de setembro de 2010. Crescimento maior do que o verificado para os registros cancelados e com dívidas renegociadas, que tiveram aumento de 10,6% no mesmo período. No entanto, a ACSP vê a inadimplência controlada enquanto não houver avanço do desemprego na capital paulista.