Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ações de elétricas voltam a cair na Bovespa após pacote

Entre as principais quedas na sessão desta quarta-feira estão Cteep, Cemig e Cesp

O índice de ações de companhias elétricas na Bovespa, o IEE, desabava nesta quarta-feira, um dia após o governo anunciar redução das tarifas de energia e antecipar a renovação de concessões do setor que iriam expirar a partir de 2015.

Às 10h55, o IEE caía quase 7 por cento, depois de já ter perdido 3,45% na véspera.

Entre as principais quedas nesta sessão, Cteep, Cemig e Cesp caíam cerca de 18%, 16,7% e 20%, respectivamente. “Essa medida do governo está pressionando bastante o setor. Ainda existe muita indefinição, principalmente com relação à regulamentação das novas concessões, e por isso o setor está apanhando na bolsa”, disse Luis Gustavo Pereira, estrategista da Futura Corretora. “O problema é não ter como mensurar ainda o impacto dessas medidas para as empresas”, acrescentou Pereira, citando que esse cenário gerou insegurança e temor entre investidores.

A incerteza sobre quais serão os reais impactos das medidas para as empresas do setor elétrico também foi citada por um operador de uma corretora paulista como motivo para a forte queda dos papéis. “O mercado ficou muito inseguro com esse anúncio do governo e saiu vendendo.” O tombo do setor elétrico limitava o avanço do principal índice acionário da bolsa paulista, o Ibovespa, que subia 0,7%.

Leia mais:

Dilma diz que concessões são decisivas para desatar nós

Dilma anuncia redução na conta de luz

Fiesp contestará prorrogação de concessão de energia

Com um olho no PIB e outro no mensalão, Dilma prepara mês dos pacotes

Pacote para o setor elétrico sai depois das Olimpíadas