Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ações de bancos recuam na Europa com alerta da S&P

Por Álvaro Campos

Londres – As ações de bancos europeus operam em queda nesta manhã, após a agência de classificação de risco Standard & Poor’s alertar na noite de ontem que pode rebaixar os ratings soberanos de 15 países do continente, o que provavelmente levaria a cortes também nas notas de crédito dessas instituições.

Às 9h25 (de Brasília), as ações do banco francês BNP Paribas recuavam 0,89%, enquanto os papéis do Société Générale caíam 3,13%. Na Alemanha, o Deutsche Bank perdia 0,69% e o Commerzbank tinha desvalorização de 0,63%. O índice de bancos do Stoxx 600 tinha retração de 0,90%.

Analistas dizem que a decisão da S&P de colocar os ratings desses 15 países europeus em revisão para possível rebaixamento, incluindo França e Alemanha, foi “sensata”, já que reflete como a crise da dívida tornou a zona do euro mais vulnerável a uma recessão no ano que vem. Eles dizem que a medida pode ser também uma forma de pressionar os governos desses países a lidar com os problemas fiscais e o Banco Central Europeu (BCE) a dar mais liquidez ao sistema financeiro.

Na semana passada, a S&P rebaixou os ratings de 15 dos maiores bancos do mundo, destacando as difíceis condições econômicas nos países em que eles operam, além da menor probabilidade dos governos nacionais socorrem essas instituições.

Um novo rebaixamento dos ratings dos bancos colocaria mais pressão nos custos de financiamento, que já subiram este ano em função da crise da dívida. Mas a queda relativamente modesta das ações dessas instituições hoje sugere que os investidores estão esperando os resultados da reunião de cúpula da União Europeia que ocorre esta semana em Bruxelas. As informações são da Dow Jones.