Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

ACÇÕES PORTUGAL-PSI20 segue quedas na Europa, receios economia global

Por Da Redação 22 mar 2012, 10h57

LISBOA, 22 Mar (Reuters) – A bolsa portuguesa segue em queda, com a maior parte das cotadas em terreno negativo e a acompanhar uma Europa dominada pelos receios quanto ao crescimento da economia mundial, disseram traders.

* As principais praças do Velho Continente estão a cair entre 0,84 pct e 1,62 pct, pressionados pela divulgação de dados macro desfavoráveis na China e na Zona Euro, que trouxeram de volta os receios em relação ao crescimento económico global.

Os dados do PMI revelaram que a Alemanha, a ‘locomotiva’ da economia da Zona Euro teve, em Março, uma contração inesperada, tal como França, na sua actividade industrial.

Além disso, a actividade das fábricas chinesas caiu pelo quinto mês consecutivo, também em Março último.

“Estes indicadores desfavoráveis na Alemanha, França e China geram dúvidas sobre o crescimento da economia global. Os números dos pedidos de subsídio de desemprego nos EUA animaram um pouco os mercados, mas não foi suficiente”, disse Gualter Pacheco, da Go Bulling, no Porto.

* Os pedidos de subsídio de desemprego nos EUA, na semana passada, ascenderam a 348 mil, abaixo dos 354 mil previstos pelos.

“Há receios, que eu partilho, que estejamos a ter uma recuperação (económica) muito heterógenea, particularmente na periferia da Zona Euro, e motores de crescimento como a China também não estão a ter uma recuperação pronunciada”, disse Gerhard Schwarz, ‘head of equity strategy’ do Baader Bank.

* Em Wall Street, o Dow Jones e o Nasdaqseguem a tendência europeia e perdem, respectivamente, 0,37 e 0,34 pct.

* Em Portugal, o índice de referência PSI20 cede 1,03 pct para 5.601,14 pontos, com 18 títulos em queda e três em alta, tendo sido negociados 29,2 milhões de títulos, no valor de 31,6 milhões de euros (ME), na NYSE Euronext Lisbon.

“A bolsa portuguesa contrariou as descidas da Europa, na sessão de ontem, devido ao sucesso da emissão de dívida realizada por Portugal. Mas hoje está a corrigir e a acompanhar as bolsas europeias”, acrescentou Gualter Pacheco.

* A banca segue a tendência negativa do sector na Europa, cujo índice STXE 600 BNK perde 1,86 pct.

Continua após a publicidade

O Banco Espírito Santo desvaloriza 1,41 pct para 1,467 euros, o Millennium bcp perde 1,28 pct para 0,154 euros e o BPI cai 1,17 pct para 0,509 euros.

* O ‘peso pesado’ Portugal Telecom recua 1,05 pct para 3,963 euros, enquanto a EDP-Energias de Portugaldesvaloriza 0,59 pct para 2,206 euros e a Galp Energiaperde 1,45 pct para 13,21 euros por acção.

* A Brisa

Ontem, a maior concessionária de auto-estradas de Portugal anunciou que prevê um investimento médio anual de 100 ME até 2014, tendo revisto em baixa o capex da concessão principal BCR para 65 ME em 2012 versus 85 ME antes previstos.

* Em contraciclo, a Mota-Engil sobe 0,08 pct para 1,229 euros e a Cimpor valoriza 0,36 pct para 4,992 euros.

* O euro está a desvalorizar face à divisa norte-americana, a perder 0,42 pct para 1,3153 dólares.

* No mercado secundário de dívida soberana, as taxas de juro das Obrigações do Tesouro (OT) a dez anos portuguesasinverteram a tendência de queda do início da manhã e estão agora a subir para 12,736 pct, dos anteriores 12,711 pct.

Ontem, Portugal colocou 1.992 ME em Bilhetes do Tesouro (BT) a 4 e 12 meses, perto do máximo do montante indicativo de 2.000 ME, com sólida procura e as taxas a cair fortemente face ao leilão anterior.

* Também em alta, as ‘yields’ das OT a dez anos de Itáliasobem para 5,09 pct, de 5,01 pct, enquanto as de Espanha valorizam de 5,4 para 5,5 pct.

* Os preços do petróleo seguem em queda nos mercados internacionais, devido aos receios em relação ao desempenho da economia global.

O contrato do Brent para entrega em Maio a descer 1,18 pct para 122,7 dólares e do Nymex a recuar 2,2 pct para 104,90 dólares o barril.

(Por Filipe Alves; Editado por Filipa Cunha Lima)

Continua após a publicidade

Publicidade