Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

À espera do avanço da reforma da Previdência, Ibovespa sobe e dólar cai

Bolsa tem valorização de 1,4% e dólar recua para R$ 3,92 de olho na votação da admissibilidade das novas regras da aposentadoria na CCJ

O mercado financeiro criou expectativas positivas baseadas na votação da admissibilidade da reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados. O Ibovespa, principal índice da bolsa de valores brasileira, subiu 1,41%, atingindo os 95.923,24 pontos nesta terça-feira, 23. O dólar caiu 0,26% e fechou negociado a 3,92 reais, apesar de ter tido uma manhã de alta.

Com a votação na CCJ, todas as notícias que influenciam o mercado estão voltadas para a reunião, segundo o economista-chefe da Ativa Investimentos, Carlos Thadeu. ”À medida que a reforma da Previdência for dando passos à frente, o mercado vai reagindo e se valorizando.”

A volatilidade da tensão no mercado financeiro permanecerá até a aprovação da proposta de novas leis da aposentadoria, de acordo com analistas. Segundo Thadeu, o otimismo está diretamente ligado à tensão e, com o andamento da tramitação, o cenário tende a melhorar.  

A reforma da Previdência é o tema no qual os investidores, tanto brasileiros como estrangeiros, aguardam. “Qualquer sinalização de aumento de possibilidade de risco o dólar e o Ibovespa reagem”, afirma o economista-Chefe da Nova Futura Investimentos, Pedro Paulo Silveira.

A moeda norte-americana abriu o dia com a pressão da valorização do dólar nos países da América Latina. Ela chegou a valer 3,96 reais às 11h40, mas recuou e passou a operar no negativo pelo otimismo do mercado interno com a tramitação da reforma da Previdência. “A bolsa de valores brasileira manteve a trajetória de valorização, então a taxa de câmbio teve de ceder”, afirmou o economista.