Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Will Smith recusou papel em ‘Django’ por excesso de violência

Ator afirmou à revista ‘The Hollywood Reporter’ que não concordava com o mote da vingança presente no filme

Por Da Redação 24 nov 2015, 20h33

O sanguinário Django Livre (2012), de Quentin Tarantino, poderia ter sido estrelado por Will Smith em vez de Jamie Foxx. O ator foi convidado pelo diretor para viver o protagonista do longa, o ex-escravo Django, porém recusou o papel por achar a produção muito violenta, além de não concordar com o rumo que o script toma no decorrer da narrativa. “Eu senti que o único jeito de eu estrelar o filme seria se fosse uma história de amor, não uma de vingança. Eu não acredito que a violência seja a reação para a violência”, disse em entrevista para a revista americana The Hollywood Reporter.

LEIA TAMBÉM:

Will Smith prepara a volta de ‘Um Maluco no Pedaço’

Em SP, Quentin Tarantino reafirma que irá se aposentar ​

Tarantino quer transformar ‘Django Livre’ em minissérie

O western de Tarantino arrecadou mais de 425, 3 milhões de dólares ao redor do planeta. Já MIB: Homens de Preto 3, filme que Smith também de 2012, bateu a marca de 624,02 milhões de dólares em bilheteria pelo mundo.

(Da redação)

Continua após a publicidade
Publicidade