Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

‘Walmor estava quase cego’, diz diretor de filme inédito do ator

O francês Bernard Attal dirigiu Chagas, morto nesta sexta-feira, aos 82 anos, no filme 'A Coleção Invisível', que tem estreia prevista para o segundo semestre

Por Da Redação 18 jan 2013, 21h30

O diretor francês Bernard Attal foi um dos últimos a trabalhar com o ator Walmor Chagas, morto nesta sexta-feira, aos 82 anos. Em 2011, ele o dirigiu no filme A Coleção Invisível, exibido em festivais no ano passado com estreia prevista em circuito comercial no segundo semestre deste ano. De acordo com ele, Chagas mas demonstrou profissionalismo durante as filmagens.

“Foi fantástico trabalhar com ele. Ele é um ator muito generoso com o personagem dele e com o dos outros. Ele se dedicava de corpo e alma ao papel. Ele tinha uma presença muito forte na tela. O papel dele era o de um personagem cego, e ele mesmo estava perdendo a visão pouco a pouco. Estava quase cego, mas foi muito profissional e não deixou isso atrapalhar. Ele era um cara que curtia a vida, gostava de trabalhar, de comer, de beber”, disse Attal ao site de VEJA.

A Rede Record, onde o ator atuou em novelas nos últimos anos, também lamentou a morte de Chagas. “A direção recebeu com pesar a notícia do falecimento do ator Walmor Chagas, que interpretou o personagem Sócrates na novela Caminhos do Coração, em 2007, e Promessas de Amor, em 2009. O seu talento e a qualidade de sua interpretação contribuíram para o sucesso desta novela na Record e da teledramaturgia brasileira. Externamos nossa solidariedade à família e aos amigos de Walmor Chagas”, disse a emissora em comunicado oficial.

O autor de novelas Lauro César Muniz também prestou homenagem ao ator. “Pela vida afora tive encontros casuais com ele quando sempre ouvia palavras que revelavam a riqueza de sua visão da vida. Não era um homem alegre, mas não era derrotista nem dramático. Ao contrário, tinha um humor amargo e inteligente que revelava inquietação, insatisfação, visão trágica da existência. O maior ator que vi atuar nos palcos brasileiros.”

Continua após a publicidade

Leia abaixo o que outras personalidades falaram sobre a morte de Walmor Chagas.

Tony Ramos, ator, à Globo News – “Deixou meio sem chão. Só quero lembrar desse grande ator. Minha primeira novela na TV Tupi era com ele. Um dos maiores atores da história brasileira. Levei um susto com a notícia, parece um filme passando em nossas mentes.”

Lucélia Santos, atriz, à Globo News – “Estou muito emocionada. O que eu posso dizer é que como atriz e como colega de trabalho sempre considerei o Walmor um dos melhores atores do Brasil e do mundo e um dos melhores amigos da minha vida inteira. Eu convivi muito com Walmor, na televisão, no teatro e a vida inteira.”

Priscila Fantin, atriz, no Twitter: “Tchau Walmor! O céu vai ter histórias incríveis para ouvir!! Paz!”

Serginho Groisman, apresentador, no Twitter: “Tive a oportunidade de ver Walmor Chagas no palco. Amava o teatro e sabia sim o significado de ser um grande ator.”

Marcelo Serrado, ator, no Twitter: “Grande ator , um dos maiores do nosso pais se foi hoje! Beijo, Walmor Chagas!!!”

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês