Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Vídeo de William Waack foi compartilhado em grupo de Whatsapp

A sequência em que o jornalista parece dizer a frase racista ‘É coisa de preto’ viralizou depois que um dos integrantes do grupo a publicou no Twitter

Por Da redação
Atualizado em 9 nov 2017, 18h18 - Publicado em 9 nov 2017, 17h42

O vídeo que levou o jornalista William Waack a ser afastado do Jornal da Globo, nesta quarta-feira, pode ter surgido primeiro em um grupo de Whatsapp formado por profissionais de audiovisual.

O tuíte mais antigo encontrado com a cena é das 14h28 de quarta, e foi feito por um roteirista de TV que é integrante desse grupo. Ele conta que recebeu o arquivo no Whatsapp e decidiu publicá-lo por ser tratar de uma “verdade”. Ao que tudo indica, foi a partir dessa postagem que o vídeo viralizou.

No momento em que a cena era replicada e criticada nas redes sociais, William Waack trabalhava na Globo. Segundo fontes da emissora, ele não demonstrou qualquer abalo e seguiu trabalhando.

Continua após a publicidade

Waack pensava na edição desta quarta do Jornal da Globo, que acabou não apresentando. Ele foi substituído pela jornalista Renata Lo Prete, que abriu o telejornal lendo a nota da Globo sobre o afastamento do jornalista. Na nota, a emissora diz condenar “visceralmente” o racismo.

O grupo onde o vídeo teria surgido perdeu membros desde a grande repercussão das imagens. Muitos temem ter seu nome associado ao vazamento — e portas fechadas para trabalhar na Globo.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.