Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

‘Velho Chico’: autor adianta final trágico de Carlos Eduardo

Personagem se tornou o grande vilão da trama, que está em sua última semana de exibição

Por Da redação Atualizado em 28 set 2016, 18h46 - Publicado em 28 set 2016, 12h55

Velho Chico está em sua última semana de exibição, e um dos momentos mais aguardados pelos telespectadores é qual será o fim do vilão Carlos Eduardo (Marcelo Serrado). O autor da trama, Bruno Luperi, adiantou, ao site oficial da novela, que o destino do personagem não deve ser feliz. “O dinheiro acaba sendo a última moeda que ele tem, e isso fica muito trágico e muito forte. Agora, no final, essa questão será muito marcada, e a legitimidade dessas causas também”, explica o roteirista, sem dar detalhes das cenas finais de Carlos Eduardo, que começou a ocupar o posto de malvado na reta final do folhetim.

LEIA TAMBÉM:
‘Velho Chico’: Tomado pela loucura, Afrânio enfim tira a peruca
Câmera subjetiva: solução de ‘Velho Chico’ para Santo é linda
‘Velho Chico’ usa câmera subjetiva no lugar de Domingos Montagner
Romance dá o tom da festa de lançamento da novela ‘A Lei do Amor’

O autor também afirma que o personagem não é um vilão maniqueísta, e que só lutava pelo que acredita. “É um personagem muito interessante a meu ver, porque ele se transforma diante dos nossos olhos. No momento em que percebe seu espaço comprometido naquela casa, escolhe caminhos errados para tentar, desesperadamente, manter essa família. A partir do momento em que ele decide lutar por tudo, é que veste a carapuça de vilão”, explica o neto de Benedito Ruy Barbosa.

Velho Chico termina no dia 30 de setembro. Na semana que vem, o folhetim será substituído por A Lei do Amor, de Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari, protagonizada por Reynaldo Gianecchini e Cláudia Abreu.

Continua após a publicidade

Publicidade