Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Twitter bloqueia conta de atriz que acusou Harvey Weinstein

Rose McGowan foi suspensa por 12 horas da rede social, onde encorajou outras mulheres a denunciar casos de assédio sexual

Por Da redação
Atualizado em 25 out 2017, 21h16 - Publicado em 12 out 2017, 10h58

Rose McGowan teve a sua conta do Twitter bloqueada por 12 horas na noite desta quarta-feira. A atriz revelou no último dia 5 que foi assediada sexualmente pelo produtor americano Harvey Weinstein. Desde então, Rose está usando as redes sociais para encorajar outras mulheres de Hollywood a denunciar casos de assédio. Através do seu Instagram e Facebook, contou que foi suspensa por “violar as regras do Twitter”. 

View this post on Instagram

TWITTER HAS SUSPENDED ME. THERE ARE POWERFUL FORCES AT WORK. BE MY VOICE. #ROSEARMY #whywomendontreport

A post shared by Rose McGowan (@rosemcgowan) on

“O twitter me suspendeu. Há forças poderosas trabalhando. Sejam a minha voz”, escreveu a atriz nas redes sociais depois do ocorrido. Na última quinta-feira, o jornal americano The New York Times divulgou uma matéria em que Rose e Ashley Judd comentaram sobre casos de assédio de Weinstein. A publicação apurou que o produtor já realizou oito acordos extrajudiciais para esconder o escândalo.

Na terça-feira seguinte, a revista The New Yorker publicou um dossiê com relatos de pessoas da produção de Weinstein informando de novos assédios. Desde então, atrizes como Angelina Jolie e Gwyneth Paltrow já afirmaram que também foram assediadas pelo homem. Harvey foi demitido da sua própria empresa, a Weinstein Company, após as “informações sobre sua má conduta”, nas palavras da própria companhia.

Internação

Na noite desta quarta-feira, Weinstein se internou em uma clínica de reabilitação no Arizona. De acordo com o jornal Daily Mail, Harvey estava na casa da filha Remy Weinstein em Los Angeles. Depois de uma briga com Remy, o produtor teria fugido do local e ido ao escritório da sua advogada Patty Glasser, rodeado por seguranças.

Depois de voltar para a casa da filha, Weinstein encontrou jornalistas que o aguardavam do local e afirmou: “Pessoal, eu estou tentando melhorar. Eu preciso de ajuda. Estou fazendo o meu melhor”. O produtor pegou, então, um voo particular para a clínica Meadows, no estado do Arizona.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.