Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Spike Lee detona Bolsonaro: ‘O mundo está sendo governado por mafiosos’

Cineasta alfinetou presidente brasileiro ao criticar Donald Trump e Vladimir Putin durante abertura do Festival de Cannes

Por Redação Atualizado em 6 jul 2021, 11h41 - Publicado em 6 jul 2021, 11h36

O cineasta Spike Lee participou da coletiva de imprensa de abertura do Festival de Cannes nesta terça-feira, e usou a oportunidade para fazer uma crítica a líderes mundiais, entres eles o presidente brasileiro Jair Bolsonaro. “O mundo está sendo governado por mafiosos. O Agente Laranja [Donald Trump], aquele cara no Brasil [Bolsonaro] e Putin [presidente russo Vladimir Putin]”, disse o cineasta. A fala foi parte da resposta de Lee à uma jornalista da Geórgia, que comentou sobre a opressão russa em seu país. “Eles são gângsteres e vão fazer o que quiserem, pois não têm moral nem escrúpulos. E temos que nos levantar contra criminosos”, finalizou o diretor.

  • Lee é o presidente do júri da 74ª edição do festival, que retomou as atividades essa semana, após ser cancelado em 2020 em razão da pandemia. A coletiva contou com a presença de todo o júri, do qual participa o brasileiro Kleber Mendonça Filho (Bacurau), um contumaz crítico de Bolsonaro. As demais perguntas foram voltadas para a retomada do festival e os protocolos de segurança contra a Covid-19 para que ele aconteça. Juntamente com a atriz americana Maggie Gyllenhaal, Kleber ressaltou o entusiasmo de retornar aos cinemas após mais de um ano sem pisar em uma sala. Completam o corpo de jurados o ator sul-coreano Song Kang Ho (Parasita), a cineasta austríaca Jessica Hausner, e os atores franceses Mati Diop, Mylene Farmer, Melanie Laurent e Tahar Rahim.

    Publicidade