Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Seção de frases de VEJA ganha divertida antologia

Livro traça um painel divertido da história recente do país e do mundo

Por Da Redação 6 ago 2012, 18h14

Como explicar o sucesso de Veja Essa, a seção de frases que VEJA publica semanalmente, uma das mais lidas da revista? Frases isoladas são fáceis de ler e nos informam rapidamente sobre o que figuras públicas estão dizendo por aí. As pessoas apreciam pensamentos condensados no texto curto, enxuto. Prova disso é a abundância de citações publicadas nas redes sociais (na maioria das vezes atribuídas, apropriadamente ou não, à escritora Clarice Lispector ou ao médium Chico Xavier). Perdemos pouco tempo ao dedicar atenção a elas, acabamos nos divertindo e de quebra obtendo alguma informação interessante. Há frases que marcam pela força do conteú-do que encerram. São a materialização de pensamentos muitas vezes profundos, que auxiliam as pessoas a pensar o ambiente ao seu redor. Outras citações são engraçadas, insólitas, estapafúrdias e valem por si sós, como um aperitivo, antes da leitura do noticiário mais denso. Talvez resida aí a razão do sucesso que publicações com citações de pessoas famosas alcançam no mundo todo. E é isso que motivou a publicação de As Melhores Frases em VEJA (Benvirá; 256 páginas; 29,90 reais).

“O Dunga só chamou quem ele sabe que vai obedecê-lo, os alunos da primeira fileira. Não chamou os do fundão.”

Abrina Sato

modelo e apresentadora de TV (2010)

O sucesso da seção animou a Editora Abril, em colaboração com a Benvirá, a publicar um livro com uma seleção das melhores frases publicadas. Coube a Julio Cesar de Barros, editor sênior da revista, e desde 1997 responsável pela seção Veja Essa, selecionar, entre cerca de 10 000 frases publicadas, aquelas que seriam editadas em livro. Reunidas em ordem cronológica, elas abrangem os dois governos de Fernando Henrique Cardoso, os dois mandatos de Luiz Inácio Lula da Silva e o primeiro ano e meio da presidente Dilma Rousseff, período de dezessete anos e meio de grande vitalidade da jovem democracia brasileira e de muita agitação no mundo, que enfrentou nesse tempo uma sucessão de crises econômicas e políticas. Cada ano é um capítulo, no qual as frases foram divididas em três grupos. A política nacional como abertura, seguida da política internacional e, por fim, do besteirol dos famosos. Das cínicas palavras do presidente americano Bill Clinton para sua esposa, Hillary, quando flagrado com batom na cueca (“Querida, você não vai acreditar no que os jornais estão dizendo”), ao humor involuntário de Lula (“A cabeça tem esse formato para que as ideias circulem”), uma coleção de obras-primas do folclore político, econômico e social desfila pelas duas centenas e meia de páginas, ilustradas com imagens de alguns de nossos melhores fotógrafos ou com caricaturas de grandes artistas gráficos nacionais.

A leitura de As Melhores Frases em VEJA permite uma viagem no tempo e nos dá um excelente painel dos acontecimentos mais importantes do período. Das confusões do processo de privatização do governo FHC e sua luta pelo segundo mandato até a queda aos borbotões de ministros do governo Dilma, passando pelo escândalo do mensalão da gestão Lula, pode-se ter uma boa ideia da vida política em nosso país, mas tudo tratado, também, de uma perspectiva pitoresca e bem-humorada, através da retórica impagável de nossos homens públicos. Mas não só. De Fidel Castro a Angelina Jolie, de Woody Allen a Neymar, atores, músicos, atletas e socialites fazem do livro um divertimento garantido.SS

Continua após a publicidade
Publicidade