Clique e assine a partir de 9,90/mês

Saiba quem é contra e a favor da liberação das biografias

Por Da Redação - 18 out 2013, 18h03

O debate sobre a publicação de biografias não autorizadas se tornou público nas últimas semanas. Escritores e editores a favor da liberação das biografias não-autorizadas sustentam que o direito à liberdade de expressão e à livre informação é soberano, mas artistas como Roberto Carlos, Caetano Veloso, Chico Buarque e Gilberto Gil defendem que sejam mantidos os artigos 20 e 21 do Código Civil que permitem a proibição de livros. A decisão sobre a questão está, no momento, entre a Câmara dos Deputados, que analisa projeto de lei pró-liberação do deputado Newton Lima (PT) e o Supremo Tribunal Federal, onde a Associação Nacional dos Editores de Livros (Anel) deu entrada, em julho de 2012, com uma ação pedindo que sejam declarados parcialmente inconstitucionais os artigos do Código Civil que obrigam escritores e editores a pedir aval a biografados ou herdeiros na hora de lançar um livro.

‘O país precisa ter memória’, diz Marco Aurélio Mello, do STF, a favor das biografias não autorizadas

Chico Buarque pede desculpas, mas debocha do biógrafo de Roberto Carlos

Paulo Cesar Araújo: ‘O filho do Sérgio Buarque quer proibir livros de história?’

Ministério Público Federal diz não à mordaça às biografias

Roberto Carlos quer censurar mais uma publicação

Continua após a publicidade
Publicidade